Lula é inocentado por chamar Aécio de “filinho de papai”

As declarações de Lula, no entendimento da Justiça, seriam genéricas e superficiais, "emergindo da emoção e do calor de um comício".

624 0

As declarações de Lula, no entendimento da Justiça, seriam genéricas e superficiais, “emergindo da emoção e do calor de um comício”.

Da Redação*

De acordo com a coluna de Mônica Bérgamo, Lula foi inocentado pela Justiça do crime de calúnia por ter chamado Aécio Neves, em 2014, de “filhinho de papai” num comício eleitoral em Minas Gerais.

A coligação do tucano, que disputava a Presidência com Dilma Rousseff, pediu a instauração de um inquérito para investigar os crimes de calúnia, injúria e difamação. Os dois últimos prescreveram – como o petista tem mais de 70 anos, os prazos de prescrição caem pela metade.

Já o crime de calúnia foi considerado inexistente. As declarações de Lula, no entendimento da Justiça, seriam genéricas e superficiais, “emergindo da emoção e do calor de um comício”.

*Com informações da coluna de Mônica Bérgamo

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

 



No artigo

x