PSDB edita programa e tira tucano de briga entre senadores

Ataídes Oliveira (PSDB-TO) aparecia enquanto o locutor criticava a postura de congressistas.

757 0

Ataídes Oliveira (PSDB-TO) aparecia enquanto o locutor criticava a postura de congressistas. Foi retirado.

Da Redação*

O PSDB editou trecho de propaganda que foi veiculada na televisão nesta 5ª feira (17) para omitir a imagens de um de seus senadores. Ataídes Oliveira (PSDB-TO) aparecia enquanto o locutor criticava a postura de congressistas.

Segundo o PSDB, o vídeo divulgado era uma peça inicial, que ainda poderia ser editada. Segundo apurou o Poder360, tratava-se da versão definitiva. Diante das reclamações, foi retirada a imagem de Ataídes Oliveira em situação derrogatória durante a propaganda.

Após a divulgação do vídeo, houve forte reação de deputados e de senadores que não concordaram com o teor do programa. Os governadores da legenda também ficaram insatisfeitos por não terem sido consultados. Para diminuir os danos, o PSDB deflagrou uma operação, por meio de assessores, para dizer que a versão divulgada era apenas preliminar.

A narração, entretanto, foi mantida: “É chocante o que tem acontecido no Senado. Portanto, não lamentamos por um ou por outro, lamentamos pela mensagem que os políticos acabam passando para o país“, diz o locutor.

As cenas com a presença do senador tucano são de 23 de maio. A CAE (Comissão de Assuntos Sociais) do Senado tentava votar a reforma trabalhista quando houve um tumulto entre os senadores. O momento de maior tensão foi entre o senador Ataídes, a favor da votação da matéria, e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), contrário.

Assista imagens da confusão envolvendo o senador tucano:

DESCONFORTO

A peça criou desconforto entre os tucanos. Parte da bancada do PSDB reagiu mal a forte autocrítica feita pelo partido.

“Não acredito que alguém possa ver nisso alguma acusação ao presidente (Michel) Temer. Ele nem é citado. É puro delírio de quem está vendo fantasma em tudo quanto é lugar, talvez por estar dormindo mal”, disse o presidente interino do partido, senador Tasso Jereissati (CE).

*Com informações do Poder 360

 



No artigo

x