STF rejeita queixa de Frota – o que confessou estupro ao vivo – contra Jean Wyllys

Em 2015, Frota relatou em um programa de TV que forçou uma mãe de santo a ter relação sexual com ele e, na época, Wyllys denunciou o estupro. Ator pornô queria que o parlamentar...

1038 0

Em 2015, Frota relatou em um programa de TV que forçou uma mãe de santo a ter relação sexual com ele e, na época, Wyllys denunciou o estupro. Ator pornô queria que o parlamentar respondesse por calúnia e difamação, mas Supremo rejeitou

Por Redação

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou, nesta terça-feira (22), a queixa crime apresentada pelo ator Alexandre Frota contra o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ).

Frota queria que o deputado respondesse por calúnia e difamação por ter afirmado pelas redes socias, em 2015, que o ator havia cometido o crime de estupro. Isso por que, pouco tempo antes, o próprio Frota relatou, em um programa de TV, que em certa ocasião forçou uma mãe de santo a ter relações sexuais com ele.

A Primeira Turma da Corte, no entanto, entendeu que não houve dolo na colocação do parlamenta já que, de acordo com o próprio relator, ministro Luiz Fux, “ele se auto-ofendeu narrando esse fato, com a devida vênia”.



No artigo

x