Lula, Renan e você tem razão

“Têm muita razão os setores populares que criticam a presença do Renan no palanque de Lula (…) Por outro lado, também têm razão os que defendem sua presença ao lado do ex-presidente”. Leia no artigo...

1394 0

“Têm muita razão os setores populares que criticam a presença do Renan no palanque de Lula (…) Por outro lado, também têm razão os que defendem sua presença ao lado do ex-presidente”. Leia no artigo de Otavio Nunes 

Por Otavio Augusto Nunes 

Conta o anedotário da política brasileira que certa vez o então governador Tancredo Neves viajava pelo estado de Minas Gerais quando, em encontro com sem terras, ouviu duras críticas do movimento aos fazendeiros, ao que respondia: “Vocês têm razão, vocês estão cheios de razão”. Pouco depois, ao encontrar fazendeiros, ouviu críticas à atuação dos sem terra e respondeu prontamente: “Vocês têm razão, estão cobertos de razão”.

Ao final do segundo encontro um assessor mais próximo questionou o governador: “Tancredo, o senhor disse que os sem terra tinham razão, depois disse que os fazendeiros também tinham razão”. Tancredo prontamente respondeu: “Você tem razão também, tem toda a razão”.

Lembrei dessa história quando vi a polêmica sobre o encontro do presidente Lula com Renan Calheiros em Alagoas.

Têm muita razão os setores populares que criticam a presença do Renan no palanque de Lula. Renan é símbolo de uma oligarquia política que sobrevive há décadas parasitando todos os governos centrais, e, em seu próprio estado, se comporta como coronel. Poucas coisas são tão século XX (ou XIX) como Renan Calheiros na forma como faz política. Ademais, apesar de nunca de ter sido o maior entusiasta do golpe que vitimou a democracia e a presidenta Dilma, Renan é do partido que aplicou o golpe e organiza o maior desmonte do Estado brasileiro da história. Pessoalmente, me encontro nesse grupo.

Por outro lado, também têm razão os que defendem sua presença ao lado de Lula. Renan nunca foi entusiasta do golpe e do desmonte promovido por Temer. Criou e cria obstáculos para o governo e tem feito críticas ao comportamento do PMDB governista.

Renan é um tubarão, desses que sentem cheiro de sangue na água a quilômetros de distância. Um legítimo representante da elite política brasileira. Uma “deserção” pública de um pedaço dessa elite em direção a Lula sinaliza fortemente para políticos que pensam em estar ao lado de Lula, mas temem os impactos dessa aproximação. O ex-presidente não está em condições de recusar gestos.

Cercado por uma caçada jurídica e midiática sem precedentes na história do País, Lula recebe o afago e carinho do povo em sua caravana pelo Nordeste. As imagens que correm o mundo, via imprensa internacional, ressalta-se, mostram uma liderança vigorosa e uma rede de solidariedade e apoio comovente, mas Lula sabe que precisará colocar em movimento mais do que isso para chegar em condições de disputar 2018 e ser competitivo.



No artigo

x