10 filmes sobre visibilidade lésbica além de ‘Azul é a cor mais quente’

Embora tenha virado referência para quem busca filmes sobre o tema, há ainda uma série de ótimas produções que também abordam o assunto de forma contundente. Neste 29 de agosto, Dia Nacional da Visibilidade...

3461 0

Embora tenha virado referência para quem busca filmes sobre o tema, há ainda uma série de ótimas produções que também abordam o assunto de forma contundente. Neste 29 de agosto, Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, confira abaixo uma lista com recomendações que você não pode perder

Por Centro de Referência em Direitos Humanos do Distrito Federal (CRDH-DF)

Em 2013, o vencedor da Palma de Ouro ‘Azul é a Cor Mais Quente’ causou comoção ao tratar com sensibilidade a relação entre duas garotas, longe dos estereótipos normalmente ligados às personagens homossexuais. Embora tenha virado referência para quem busca filmes sobre o tema, há ainda uma série de ótimas produções que também abordam o assunto de forma contundente. Neste 29 de agosto, Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, confira abaixo uma lista com recomendações que você não pode perder.

Meninos Não Choram (1999)

O filme rendeu um Oscar à atriz Hilary Swank, que interpreta Teena Brandon. A personagem, inspirada em uma história real, muda seu nome para Brandon Teena e passa a se apresentar como homem em uma cidade culturalmente homofóbica. Ela se envolve com várias mulheres e acaba sofrendo uma forte violência quando a verdade vem a público.

Lírios d’água (2008) 

Esse longa-metragem francês narra o amor entre meninas de origens completamente diferentes durante as aulas de nado sincronizado no colégio. Convivendo pelos vestiários, as adolescentes começam a desenvolver sentimentos e desejos, até que uma delas passa a gostar de um garoto, criando uma série de situações que colocam em conflito os interesses de cada uma.

Circumstance (2011)

Atafeh é uma jovem de 16 anos de uma família rica de Teerã, no Irã. Ela e sua melhor amiga, Shireen, descobrem as festas e a sexualidade, sonhando em fugir para Dubai, onde possam ter uma relação livre. Enquanto isso, seu irmão, em tratamento contra as drogas, desenvolve uma obsessão por Shireen.

Flores Raras (2013)

Baseado na história de amor real entre a poetisa americana Elizabeth Bishop e arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares, o filme mostra os bastidores deste relacionamento intenso, ambientado em Petrópolis, entre os anos de 1950 e 1960. A trajetória coincide com o surgimento da Bossa Nova e a construção da capital Brasília.

Carol (2015)

Em plena Nova York na década de 1950, Carol Aird está passando por um difícil processo de divórcio com um típico empresário estadunidense, em um casamento sustentado para manter as aparências. Quando Carol conhece Therese em uma loja de brinquedos, um interesse mútuo nasce entre as duas mulheres. Quando o ex-marido descobre, ameaça tirar definitivamente a guarda da filha do casal.

Cidade dos Sonhos (2002)

Uma jovem atriz viaja para Hollywood e se vê emaranhada numa intriga secreta com uma mulher que escapou por pouco de ser assassinada, que se encontra com amnésia devido a um acidente de carro e conta com a ajuda da nova amiga para redescobrir a sua identidade.

Minhas Mães e Meu Pai (2010)

Jules e Nic são lésbicas que vivem juntas há quase 20 anos e têm dois filhos adolescentes, concebidos com inseminação artificial por meio de um doador anônimo. Sem o conhecimento de suas mães, eles decidem conhecer o pai biológico, com quem criam laços afetivos. Depois, o levam para fazer parte do cotidiano da família.

Como Esquecer (2010)

Romance nacional que conta a história de Júlia, uma professora de literatura inglesa que está sofrendo ao ter sido abandonada pela companheira Antônia, após 10 anos de relacionamento. O filme aborda os períodos de dor, superação, a poesia e a beleza no caminho em busca de um novo amor.

Aimée & Jaguar (1999)

Durante a Segunda Guerra Mundial, a judia Felice Schragenheim resolve correr o risco de permanecer em Berlim por causa de seu grande amor: Lilly Wust, a pacata esposa de um soldado alemão e mãe de três filhos. Aimée e Jaguar são os codinome que ambas adotam para manter a relação em sigilo.

Elena Undone (2010)

A esposa de um pastor evangélico se surpreende ao descobrir que está apaixonada por uma mulher. Ela tenta lutar contra esse sentimento, presa em um casamento sem amor, e dá início a um dos maiores dilemas da vida tentando aceitar a natureza de seus desejos.



No artigo

x