Livro com piada sobre PT é plágio de várias outras publicações

A “obra” é referendada com textos de Marco Antônio Villa, Kim Kataguiri e Danilo Gentili. Por Julinho Bittencourt Como se não bastasse ser uma...

883 0

A “obra” é referendada com textos de Marco Antônio Villa, Kim Kataguiri e Danilo Gentili.

Por Julinho Bittencourt

Como se não bastasse ser uma piada sem graça, totalmente desprovida de inteligência e falta de criatividade, é também plágio. O autor do livro “13 razões para votar no PT”, Aurélio Marcondes Bittencourt e Lins, teve a “luminosa” ideia de, para desancar o Partido dos Trabalhadores, elaborar o seu volume com 73 páginas em branco.

A pegadinha, que mais denota a completa falta de capacidade do autor em construir qualquer crítica que seja – e há muitas a serem feitas – é cópia de diversas outras publicações que, provavelmente, assim como acontecerá com esta, caíram no ostracismo e foram quase que absolutamente esquecidas.

O primeiro que se tem notícia é “O que se Perde Sem Maluf”, lançado na década de 80 por um tal Odono Vontobel, através da editora Ver Curiosidades.

Muito mais próximo, lançado em março de 2017, nos EUA, “Razões para votar nos Democratas: Um Guia Compreensível” consiste em 266 páginas com capítulos, bibliografia e índice, mas não tem palavras nas páginas além do título do livro e dos capítulos.

O autor Michael J. Knowles disse à “Fox News” que quando pesquisou os motivos para se votar no partido democrata pensou que “provavelmente era melhor deixar todas as páginas em branco”.

A “obra” “13 razões para votar no PT” foi referendada por gente de “peso” e “prestigio” da nova direita brasileira. Logo na capa há uma frase do “historiador” Marco Antonio Villa (foto), da Jovem Pan (“o melhor livro que o Lula já leu”). A seguir, outra “sumidade” assina as orelhas (não as próprias): “A maior obra jamais escrita por um petista”, por Kim Kataguiri e, para encerrar com chave de ouro, outro “intelectual” de peso, o senhor Danilo Gentili, assina a frase: “conseguiu descrever a inteligência e o caráter daqueles que defendem Lula e o PT”.

Foto: Reprodução TV Cultura



No artigo

x