“Maior ofensiva contra a Floresta Amazônica da história”, diz Randolfe sobre decreto de Temer

À Fórum, senador fez o alerta de que o novo decreto de Temer sobre a reserva de cobre na entre o Pará e o Amapá é “mais do mesmo” e que só tem como...

637 0

À Fórum, senador fez o alerta de que o novo decreto de Temer sobre a reserva de cobre na entre o Pará e o Amapá é “mais do mesmo” e que só tem como objetivo desmobilizar a opinião pública, que está revoltada com a medida. Assista 

Por Redação 

Após a pressão popular, o presidente Michel Temer revogou o decreto que extingue a Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca), na Floresta Amazônica, mas já publicou outro em que propõe pequenas alterações com relação ao primeiro texto. Essencialmente, no entanto, o novo decreto cumpre com o mesmo objetivo de liberar a exploração mineral na região, que conta com áreas protegidas e terras indígenas.

Inúmeros ambientalistas alertam para os riscos de uma nova “guerra do ouro” na região. No meio político, a pressão contra o decreto só cresce e está marcado para esta quinta-feira (31), no Rio de Janeiro, um ato público contra a extinção da Renca.

À Fórum, um dos principais articuladores dessa mobilização, o senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) fez o alerta quando a tentativa de Temer de “desmobilizar” a opinião pública com um novo decreto e afirmou que trata-se da “maior ofensiva da história” contra a Floresta Amazônica.

Confira no novo vídeo do Canal F.



No artigo

x