Homem que ejaculou na cara de passageira de ônibus é preso novamente após atacar outra mulher

Diego Ferreira de Novais havia sido detido essa semana, mas acabou sendo liberado por juiz que não o considerou uma ameaça. Da Redação Neste...

1461 0

Diego Ferreira de Novais havia sido detido essa semana, mas acabou sendo liberado por juiz que não o considerou uma ameaça.

Da Redação

Neste sábado (2), Diego Ferreira de Novais voltou a atacar uma passageira dentro de um ônibus coletivo, por volta das 8h da manhã, na Avenida Brigadeiro Luís Antônio, em São Paulo. Novais chocou a opinião pública nesta semana, quando foi detido após ejacular no rosto de uma mulher dentro do transporte público, que trafegava na Avenida Paulista.

Informação confirmada pela Polícia Militar e Polícia Civil aponta que foram os passageiros que suspeitaram de outro crime obsceno do ajudante geral e o detiveram. Diego Novais foi encaminhado para o 78º Distrito Policial (DP), nos Jardins.

O primeiro crime, do mesmo abusador, que se tornou público aconteceu na última terça-feira (29), quando uma mulher foi atingida no pescoço pela ejaculação deste homem. Foi dentro do ônibus que faz o trajeto Metrô Ana Rosa – Morro Grande, quando passava pela avenida Paulista. Ao se dar conta do que havia acontecido, a mulher começou a gritar para que tirassem o homem de perto dela.

Diego foi solto na última quarta-feira (30), por determinação do juiz José Eugenio do Amaral Souza Neto. O magistrado justificou que o abusador não teria violência ou de grave ameaça para constranger a vítima.

Após ser exposto, outras mulheres registraram ocorrências de abuso sexual praticadas por Novais. Até o momento foram 17 casos, sendo que dez deles deram origem a processos judiciais.

Esse é o terceiro caso, registrado, de ataque a mulheres em ônibus coletivos na capital paulista. Além dos dois citados acima, um outro homem foi detido, na quarta (30) por ter passado a mão no seio de uma mulher por cima da roupa. O caso foi registrado como importunação e o agressor também foi solto.

*com informações da Folha e G1
Foto: Reprodução/ Internet



No artigo

x