Bolsonaro ataca jornalista gay com piada homofóbica

Pelo Twitter, em inglês, o deputado perguntou ao jornalista norte-americano Glenn Greenwald se ele “queima a rosca” Por Redação O deputado federal Jair Bolsonaro...

2255 0

Pelo Twitter, em inglês, o deputado perguntou ao jornalista norte-americano Glenn Greenwald se ele “queima a rosca”

Por Redação

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto para a presidência em 2018, segue destilando homofobia. Pelo Twitter, na manhã desta segunda-feira (4), o parlamentar atacou o jornalista norte-americano Glenn Greenwald com uma piada de cunho homofóbico. A provocação se deu como resposta a um tweet em que o jornalista critica Bolsonaro e o chama de “fascista”.

“Bolsonaro is a fascist cretin for reasons having nothing to do with Maia’s praise. This poorly on Maia, not Bolsonaro” [Bolsonaro é um cretino fascista por razões que não tem nada a ver com a admiração de Maia. Isso pega mal para Maia, não para Bolsonaro], tuitou Greenwald em resposta a um seguidor.

Bolsonaro, então, respondeu: “Do you burn the donuts?’ I don’t care! Be happy! Hugs for you” [Você queima a rosca? Não me importo! Seja feliz! Abraços].

Glenn Greenwald, que ficou conhecido por ser um dos jornalistas responsáveis pela publicação das revelações de Edward Snowden, vive no Brasil há doze anos e é casado com o vereador David Miranda (PSOL-RJ). Atualmente, é editor do The Intercept Brasil.

Ainda pelo Twitter, Greenwald rebateu a homofobia de Bolsonaro e voltou a chamá-lo de fascista. “Brazil’s fascist Congressman & 2018 presidential candidate responds to my critique w/a noble reference to gay anal sex, always on his mind” [Deputado fascista brasileiro e candidato presidencial em 2018 rebate minha crítica com uma nobre referência ao sexo anal gay, sempre em sua cabeça]. 



No artigo

x