Filme sobre a Lava Jato está entre os indicados do MinC para o Oscar

Além dele, está também o retumbante fracasso de bilheterias "Real - O plano por trás da história", que retrata a criação da moeda para conter a hiperinflação no país.

1091 0

Além dele, está também o retumbante fracasso de bilheterias “Real – O plano por trás da história”, que retrata a criação da moeda para conter a hiperinflação no país.

Da Redação*

O Ministério da Cultura divulgou a lista dos 23 filmes brasileiros que disputarão a indicação para tentar uma vaga no Oscar do ano que vem (veja abaixo).

Dois filmes nitidamente “chapa branca” estão entre eles: o retumbante fracasso de bilheterias “Real – O plano por trás da história”, que retrata a criação da moeda para conter a hiperinflação no país, e “Polícia Federal – A lei é para todos”, de Marcelo Antunez, sobre os bastidores da operação Lava Jato.

O número de concorrentes inscritos para 2018 é bem maior do que o de 2017, quando 16 longas foram habilitados.

A produção selecionada será anunciada em 15 de setembro na Cinemateca Brasileira, em São Paulo. Uma comissão indicada pela Academia Brasileira de Cinema escolherá o filme que concorrerá a uma indicação na categoria de língua estrangeira da premiação americana.

A lista inclui ainda os dramas “Gabriel e a montanha”, que ganhou o prêmio Revelação na Semana da Crítica do Festival de Cannes, e “Como nossos pais”, vencedor de seis Kikitos no Festival de Gramado.

Aparecem ainda as cinebiografias “Elis”, sobre a cantora Elis Regina, “Joaquim”, sobre Tiradentes, “João, o maestro”, sobre o músico João Carlos Martins, e “Bingo – O rei das Manhãs”, livremente inspirado na vida de Arlindo Barreto, ex-intérprete do palhaço Bozo.

Veja a lista completa de filmes que tentarão uma vaga no Oscar

“A Família Dionti” (Alan Minas)

“A Glória e a graça” (Flávio Ramos Tambellini)

“Bingo – O rei das Manhãs” (Daniel Rezende)

“Café – Um dedo de prosa” (Maurício Squarisi)

“Cidades fantasmas” (Tyrell Spencer)

“Como nossos pais” (Laís Bodanzky)

“Corpo elétrico” (Marcelo Caetano)

“Divinas divas” (Leandra Leal)

“Elis” (Hugo Prata)

“Era o hotel Cambridge” (Eliane Caffé)

“Fala comigo” (Felipe Sholl)

“Gabriel e a montanha” (Fellipe Barbosa)

“História antes da história” (Wilson Lazaretti)

“Joaquim” (Marcelo Gomes)

“João, o maestro” (Mauro Lima)

“La vingança” (Fernando Fraiha e Jiddu Pinheiro)

“Malasartes e o duelo com a morte” (Paulo Morelli)

“O filme da minha vida” (Selton Mello)

“Polícia Federal – A Lei é para todos” (Marcelo Antunez)

“Por trás do céu” (Caio Sóh)

“Quem é Primavera das Neves” (Ana Luiza Azevedo, Jorge Furtado)

‘Real – O plano por trás da história” (Rodrigo Bittencourt)

“Vazante” (Daniela Thomas)

*Com informações do G1

Foto: Divulgação



No artigo

x