Geddel é preso pela Polícia Federal após descoberta de R$ 51 milhões

Ex-ministro de Temer deixou prisão domiciliar cobrindo o rosto com uma pasta. Da Redação Na manhã desta sexta-feira (8), a Polícia Federal cumpre mandado...

904 0

Ex-ministro de Temer deixou prisão domiciliar cobrindo o rosto com uma pasta.

Da Redação

Na manhã desta sexta-feira (8), a Polícia Federal cumpre mandado na casa do ex-ministro de Temer, Geddel Vieira Lima. Ele estava em prisão domiciliar em um condomínio, em Salvador, e deixou sua residência acompanhado dos agentes, cobrindo o rosto com uma pasta.

Esta operação da PF começou por volta das 5h40, quando agentes chegaram, em dois carros, ao prédio de Geddel, no bairro Jardim Apipema, na capital baiana. Um vendedor ambulante que trabalha nos arredores foi escolhido pelos policiais para subir ao apartamento do ex-ministro como testemunha.

Pessoas que passavam nos arredores, a pé ou de carro, se manifestaram com aplausos e buzinas, enquanto a Polícia Federal deixava a garagem com Geddel no banco de trás de uma das viaturas. Eles seguem a caminho do aeroporto e viajará para Brasília. Inicialmente, deve ficar detido na carceragem da PF e, posteriormente, transferido para o presídio da Papuda.

Na última terça (5), a polícia descobriu um apartamento que seria usado por Geddel com o montante de R$ 51 milhões distribuídos em malas e caixas espalhadas pela sala. Desde então, a defesa do ex-ministro de Temer não se pronunciou mais ou sequer atendeu ligações da imprensa.

*com informações da Folha
Foto: Reprodução/Rede Bahia de Televisão



No artigo

x