Na São Paulo de Doria, a Nike não gosta de bike

A lógica privatista da gestão Doria chegou ao ponto de uma empresa do ramo de esportes patrocinar a retirada de uma ciclovia no Parque do Ibirapuera, um dos primeiros da lista da prefeitura que...

2100 0

A lógica privatista da gestão Doria chegou ao ponto de uma empresa do ramo de esportes patrocinar a retirada de uma ciclovia no Parque do Ibirapuera, um dos primeiros da lista da prefeitura que serão vendidos

Por Redação

Ao longo de sua campanha para prefeito, João Doria (PSDB) deu um recado muito claro: vai privatizar tudo o que for possível em São Paulo. E assim está fazendo. O Plano de Desestatização tem apoio da maioria na Câmara Municipal e as “parcerias” com empresas privadas – que isentam a prefeitura de responsabilidades fundamentais no município – seguem a todo o vapor.

Uma dessas últimas parcerias da gestão tucana se deu com a Nike. À empresa, foi concedido o direito de reformar pistas de corrida e campos de futebol no Parque do Ibirapuera, o primeiro na lista dos que serão privatizados. Como contrapartida, a Nike poderia divulgar sua logomarca no parque. Uma dessas primeiras obras na parceria com a Nike já começou: trata-se da retirada de uma ciclovia. Isso mesmo. Uma retirada.

A lógica privatista da gestão Doria chegou ao inimaginável: uma empresa do ramo de esportes patrocinando e colocando sua logomarca em uma obra de retirada de ciclovia. A imagem da placa da obra, colocada neste domingo (10), rapidamente viralizou nas redes.

A prefeitura ainda não deu maiores detalhes sobre a retirada da faixa para bicicletas e nem se outra será colocada no lugar.

Foto: Reprodução/Facebook

 



No artigo

x