Viraliza resposta em forma de desenho de diretor do Museu da República para Feliciano

O desenho “homenageia” o Movimento Brasil Livre que, após manifestações que beiram ao nazi-fascismo, conseguiu pressionar o Santander a cancelar a exposição “Museuqueer”, em Porto Alegre (RS). Veja aqui

4989 0

O desenho “homenageia” o Movimento Brasil Livre que, após manifestações que beiram ao nazi-fascismo, conseguiu pressionar o Santander a cancelar a exposição “Museuqueer”, em Porto Alegre (RS). Veja aqui

Da  Redação

Viralizou nas redes nesta quinta-feira (14), a resposta em forma de desenho dada pelo diretor do Museu Nacional, o artista plástico Wagner Barja, para Marco Feliciano (PSC-RJ) e mais seis deputados da bancada evangélica.

Os deputados foram em comitiva ao Museu da República, em Brasília, nesta quarta-feira (13), com o objetivo de exigir o cancelamento da exposição “Não Matarás “, sobre os golpes de 1964 e 2016.

A bancada evangélica pegou carona com o Movimento Brasil Livre que, após manifestações que beiram ao nazi-fascismo, conseguiu pressionar o Santander a cancelar a exposição “Museuqueer”, em Porto Alegre (RS).

Wagner Barja negou, no início da noite, que a charge fosse de autoria dele. Leia aqui.

Foto: Reprodução Facebook



No artigo

x