Traficantes evangélicos fazem mãe de santo destruir terreiro ‘em nome de Jesus’. Assista.

Idosa de 75 anos foi forçada a quebrar imagens sagradas do candomblé, ameaçada por taco de beisebol. Da Redação Nos últimos tempos o Rio...

5006 0

Idosa de 75 anos foi forçada a quebrar imagens sagradas do candomblé, ameaçada por taco de beisebol.

Da Redação

Nos últimos tempos o Rio de Janeiro vem passando por uma onda crescente de casos envolvendo intolerância religiosa. No final de agosto, uma senhora de 65 anos, praticante do candomblé, levou uma pedrada e ainda ouviu de vizinhos que “teve o que mereceu”.

Desta vez, traficantes cariocas invadiram um terreiro em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, renderam uma mãe de santos de 75 anos e a forçaram a destruir todas as imagens. Enquanto a yalorixá ficou, o tempo inteiro, sendo ameaçada por um taco de beisebol, os criminosos filmavam toda a ação.

No vídeo é possível ouvir quando os traficantes usam termos relacionados à religião evangélica, para justiçar a atitude deles. Um homem diz que todas as imagens deveriam ser destruídas “em nome de Jesus” e ainda chamou a mãe de santo de “demônio-chefe”. Segundo relatou a polícia, a idosa ainda teve um kelê (colar usado por iniciados na religião), arrancado do pescoço com um revólver.

‘Quebra tudo, quebra tudo! Apaga as velas, porque o sangue de Jesus tem poder! Arrebenta as guias todas! Todo o mal tem que ser desfeito, em nome de Jesus! Quebra tudo porque a senhora é quem é o “demônio-chefe”! É a senhora quem patrocina essa cachorrada! Quebra tudo! Arrebenta as guias todas, derrama, quero que quebre as guias todas!’, diz o homem, enquanto a idosa era obrigada a destruir imagens sagradas do candomblé.

Este caso está sendo investigado pelo 58ª DP (Posse), que afirmou ter identificado parte dos autores de sete ataques contra terreiros de umbanda e candomblé, ocorridos nas duas últimas semanas, em pontos diferentes da mesma região. As investigações correm em sigilo.

*com informações da CBN e Jornal Extra
Foto: Reprodução/YoutTube



No artigo

x