Advogados de Lula pedem afastamento de Moro

Com uma postura parcial em relação ao ex-presidente, juiz é apontado como  “suspeito" pela defesa. Capas de revistas semanais embasam pedido.

1230 0

Com uma postura parcial em relação ao ex-presidente, juiz é apontado como  “suspeito” pela defesa. Capas de revistas semanais embasam pedido.

Da Redação

A postura arrogante e claramente persecutória do juiz Sergio Moro em relação a Luiz Inácio Inácio Lula da Silva levou os advogados do ex-presidente a ingressarem na Justiça com uma medida liminar, solicitando o afastamento do juiz por “constrangimento ilegal”. Moro é apontado como “indiscutivelmente suspeito para cognição e julgamento da causa”.

O pedido se refere à audiência do último dia 13, na qual, “mais uma vez, essa autoridade demonstrou, de forma inequívoca, sua parcialidade e o prejulgamento da demanda, de modo desfavorável ao paciente. Tal situação, é consabido, afronta normais constitucionais e leis de menos hierarquia, bem como Tratados Internacionais”, esclarece o documento. Devido a essas alegações, os advogados pedem que seja declara a suspeição de Moro e a consequente nulidade de todos os atos praticados por ele.

A defesa de Lula cita, ainda, que “é fato notório da sociedade em geral” que ambos são “inimigos irreconciliáveis, polos que se repelem. Isso está comprovado pela cobertura feita por grandes e noticiosas revistas do país, que, consciente ou inconscientemente, colocaram o magistrado suspeito em um ringue de luta como enluvados rivais”. As capas das revistas semanais, como Veja e IstoÉ servirão de embasamento para essa solicitação de afastamento do juiz.

Foto: Reprodução

 

 



No artigo

x