Intervenção militar não é golpe para Janaína Paschoal

Advogada que fez parte da peça jurídica que causou o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, ela saiu em defesa do general que ameaçou uma ação militar.

1696 0

Advogada que fez parte da peça jurídica que causou o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, ela saiu em defesa do general que ameaçou uma ação militar.

Da Redação

A advogada Janaína Paschoal continua causando em sua conta no Twitter. Dessa vez ela usou sua rede social para deixar claro que não considera intervenção militar um golpe de Estado. Integrante do grupo que elaborou a peça jurídica que possibilitou o impeachment de Dilma Rousseff, Janaína, que ficou em último lugar em um recente concurso para professora da USP, defendeu a fala do general Mourão.

“O General Mourão não falou em golpe! Ele alertou para a necessidade de funcionarem as instituições! É muito diferente!”. Em outra postagem, voltou a defender o militar: “Importante também a fala do General Mourão, referente à responsabilidade do Poder Judiciário, frente aos crimes na Política”.

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado/Fotos Públicas



No artigo

x