Denúncia de Janot será usada por Cardozo para tentar anular o golpe

Ex-ministro da Justiça se refere a dois fatos: ao apoio do "quadrilhão do PMDB" e à tentativa do grupo de barra a Operação Lava Jato.

528 0

Ex-ministro da Justiça se refere a dois fatos: ao apoio do “quadrilhão do PMDB” e à tentativa do grupo de barrar a Operação Lava Jato.

Da Redação*

A segunda denúncia de Rodrigo Janot contra Michel Temer pode ter elementos que ajudem a anular o golpe que afastou a presidenta eleita Dilma Rousseff. O ex-ministro da Justiça e advogada dela, José Eduardo Cardozo, observou uma oportunidade no trecho em que o então procurador-geral da República relaciona dois fatos: o apoio do “quadrilhão do PMDB” à queda da petista e à tentativa do grupo de barrar a Operação Lava Jato. O argumento de Cardozo é que Dilma foi alvo de retaliação, o que invalidaria o impeachment. As informações são de Joelmir Tavares, na Folha de S.Paulo.

“Não se pode tratar o impeachment como se fosse uma ilha dissociada de tudo”, afirmou o ex-ministro. Para ele, a conexão entre fatos apontada na denúncia do procurador é “mais um indício da nulidade do processo contra Dilma”. A defesa da petista vai utilizar a denúncia contra Temer durante o julgamento do mandado de segurança, que ainda não tem data marcada.

*Com informações do Brasil 247

Foto: Lula Marques/AGPT/Fotos Públicas



No artigo

x