Mansão em Mangaratiba e lancha de Sérgio Cabral serão leiloados

O leilão será realizado no Foro da Justiça Federal, no centro do Rio de Janeiro. Outros bens, como uma motonáutica, três automóveis e um barco de pequeno porte também serão leiloados.

471 0

O leilão será realizado no Foro da Justiça Federal, no centro do Rio de Janeiro. Outros bens, como uma motonáutica, três automóveis e um barco de pequeno porte também serão leiloados.

Da Redação*

Além de ser condenado a 45 anos de prisão por corrupção passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro, o ex-governador Sérgio Cabral perderá parte de seu patrimônio. No próximo dia 3 de outubro, acontecerá o leilão de sua mansão à beira-mar em Mangaratiba, avaliada em R$ 8 milhões, e de uma lancha, avaliada em R$ 4 milhões.

O leilão será realizado no Foro da Justiça Federal, na Avenida Venezuela, no centro do Rio de Janeiro. Também vão ser leiloados três automóveis, avaliados em R$ 240 mil, R$ 120 e R$ 76 mil.

Quem se interessar, também poderá tentar adquirir uma moto aquática, no valor inicial de R$ 45 mil, e um barco de pequeno porte, no valor de R$ 50 mil.

Se não for alcançado o valor mínimo, um segundo leilão acontecerá no dia 11 de outubro, quando os bens poderão ser arrematados por 80% de seu valor, que terá de ser pago à vista.

Decisão de leiloar os bens do ex-governador foi proferida em junho

A decisão de leiloar os bens do ex-governador foi proferida em junho pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal. A esposa de Cabral, Adriana Ancelmo, também foi condenada e recebeu pena de 18 anos e três meses de reclusão.

No início da noite de quarta-feira (20), o juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, responsável pelas investigações relacionadas à Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, condenou o ex-governador Sérgio Cabral a 45 anos e dois meses de reclusão, além do pagamento de uma multa, pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

*Com informações da Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

 



No artigo

x