Bolsonaro é condenado por discurso contra quilombolas

Deputado federal fez declarações preconceituosas contra os quilombolas, afirmando que eles “não servem nem para procriar”. Terá de pagar R$ 50 mil por danos morais.

1712 0

Deputado federal fez declarações preconceituosas contra os quilombolas, afirmando que eles “não servem nem para procriar”. Terá de pagar R$ 50 mil por danos morais.

Da Redação*

Jair Bolsonaro continua colhendo frutos dos absurdos que declara. Dessa vez foi condenado pelas declarações preconceituosas em relação aos quilombolas, em abril, durante discurso no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro. Na época, ele disse que os quilombolas “não servem nem para procriar”. As informações são do blog do Ancelmo Gois, em o Globo.

O deputado foi condenado a pagar R$ 50 mil por danos morais. A ação é do Ministério Público Federal (MPF) e a sentença, da juíza Frana Elizabeth Mendes, da 26ª Vara Federal do Rio.

*Com informações do blog do Ancelmo Gois

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil/Fotos Públicas



No artigo