Para derrubar Doria, Alckmin se reaproxima de Temer

Grupo de comunicação de Alckmin concluiu que, com o empate dele com Doria no Datafolha, o prefeito vai "enlouquecer" e intensificar a campanha para ser candidato a presidente.

401 0

Grupo de comunicação de Alckmin concluiu que, com o empate dele com Doria no Datafolha, o prefeito vai “enlouquecer” e intensificar a campanha para ser candidato a presidente.

Da Redação*

As informações são da coluna de Mônica Bergamo. No vale tudo da disputa eleitoral, vale até se reaproximar de Temer. O governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) se reuniu com seu staff político e de comunicação no domingo para analisar os números do Datafolha e de pesquisas feitas por sua equipe, por telefone, cujos números coincidem com o do instituto.

Concluíram que, com o empate dele com João Doria, o prefeito vai “enlouquecer” e intensificar a campanha para ser candidato a presidente.

Alckmin também deve viajar mais pelo país, a estados como Pernambuco, Pará e Goiás, colocando-se claramente como candidato e estreitando contatos políticos.

E a ordem entre os seguidores do governador é tentar baixar a temperatura entre ele e Michel Temer.

Alckmin já deu o primeiro passo: visitou o presidente na segunda (2). E deu declarações apoiando a permanência do deputado Bonifácio Andrada (PSDB-MG) na relatoria da denúncia contra o presidente. Ele é voto certo a favor de Temer.

*Com informações da coluna de Mônica Bergamo

Foto: Beto Barata / PR



No artigo

x