Mais de 1 milhão nas ruas de Barcelona contra a independência da Catalunha

O discurso final do evento foi realizado pelo peruano Mario Vargas Llosa, Nobel de Literatura, que viveu alguns anos em Barcelona

931 0
 

As ruas de Barcelona foram ocupadas por milhares de catalães, mas também por pessoas de outras partes da Espanha neste domingo (8). Segundo a polícia local teriam participado dos atos 500 mil pessoas. Para os organizadores, mais de 1 milhão.

É a primeira resposta ao referendo realizado na semana passada e que teria aprovado a independência da região numa votação conturbada, com muitos presos e feridos.

O discurso final do evento foi realizado pelo peruano Mario Vargas Llosa, Nobel de Literatura, que viveu alguns anos em Barcelona.

“A paixão pode ser destrutiva e feroz quando motivada pelo fanatismo e o racismo. A pior de todas, a que mais tem causado estragos na História, é a paixão nacionalista”, declarou Llosa, no palco instalado em frente à Estación de Francia.

A separação da Catalunha levou a Espanha a maior crise política das últimas décadas. O chefe de governo do país, Mariano Rajoy, diz que ira até as últimas consequências contra a separação.

O líder catalão Carles Puigdemont pede uma “mediação internacional”, mas Mariano Rajoy se nega a dialogar.

“O que eu quero é que a ameaça de declaração de independência seja retirada o mais rápido possível”, porque “nada pode ser construído se a ameaça à unidade nacional não desaparecer”, disse Rajoy neste domingo ao jornal El Pais.

A manifestação de hoje em Barcelona teve o apoio do Partido Popular de Mariano Rajoy, do Partido Socialista e do Ciudadanos, que tem sido a principal força de oposição ao movimento de independência na região.



No artigo

x