Pepe Mujica: “A verdadeira ameaça à democracia é a excessiva concentração econômica”

Aumenta a riqueza no mundo, mas cresce muito mais a distância entre a base da sociedade e os mais desenvolvidos, diz

1148 0

Para o ex-presidente do Uruguai, aumenta a riqueza no mundo, mas cresce muito mais a distância entre a base da sociedade e os mais desenvolvidos. Assista

Da Redação | Foto: Divulgação

As análises de Pepe Mujica costumam ser bem recebidas nas redes sociais. Sua videocoluna para o Deutsche Welle (DW) da última semana já foi vista mais de cem mil vezes no Facebook. Mujica fala sobre a globalização e a onda conservadora e hipernacionalista que avança pelo mundo. “Talvez a mais alucinante característica de nossa época se constitui na proliferação, em todas as frentes do trabalho humano, dessas empresas transnacionais”, diz.

Segundo Mujica, essas forças multiplicadoras “dessa coisa que chamamos de globalização” têm multiplicado as riquezas constantemente, no mundo inteiro, “por outro lado está multiplicando a distância entre a base da sociedade e os setores de melhores renda”.

Ele chama a atenção para como diante disso todos se sentem injustiçados. “As que se sentem mais agredidas são as classes médias”, observa. “E são essas massas que estão dando uma resposta a uma saída antiglobalização de caráter conservador e reacionário, como é a mensagem hipernacionalista das direitas.”

Assista:



No artigo