“Tão careta e retrógrado. País anda para trás”, diz Marieta Severo sobre censura a exposições

Para a atriz, é horrível o espaço que essas pessoas retrógradas, caretas, de mentes fechadas, estão tendo

2974 0

Da Redação

A atriz Marieta Severo, aos 70 anos, está preocupada com os rumos do Brasil, após a censura de diversas exposições de arte.  “A gente está vivendo um momento tão careta. Tão careta, tão retrógrado, tão de fechamento”, disse ela em entrevista coletiva sobre a vilã que será na próxima novela da Globo.

“Isso é de uma tristeza inenarrável. Eu não tenho mais idade para passar por isso de novo, gente! Eu tenho 70 anos, pelo amor de Deus! O que é isso? A gente viveu isso na ditadura. É horrível você viver com censura”, revelou.

Ela ainda disse que se sente assustada: “Não vamos brincar com isso, pelo amor de Deus. É muito grave, é muito sério. É horrível o espaço que essas pessoas retrógradas, caretas, de mentes fechadas, estão tendo de fechar por uma exposição. O que é isso? Isso é revoltante. Isso não pode existir. Não vá! Como a televisão, não gosta, muda de canal, malandro. Vai ver outra coisa. É assustador. Para mim, é um motivo de tristeza, de medo, de pânico. De pensar que a gente está andando para trás. E tem um pessoal jovem regredindo”.

Por fim, questionada qual seria seu “outro lado do paraíso”, nome da nova novela de Walcyr Carrasco, ela foi categórica: “Meu outro lado do paraíso é pensar que o meu país está andando para trás. É isso. Juro por Deus, isso está sendo o meu inferno. O outro lado do paraíso é o inferno. Esse é o meu inferno”.

(Foto: Divulgação/Globo)



No artigo

x