Segue o “grande acordo”: Aécio e Gilmar trocaram 33 ligações por Whatsapp em 2 meses

O BuzzFeed Brasil teve acesso a um relatório da PF apontando que o tucano e o ministro trocaram 33 telefonemas por Whatsapp – que não podem ser interceptados – em dois meses, justamente durante...

804 0

O BuzzFeed Brasil teve acesso a um relatório da PF apontando que o tucano e o ministro trocaram 33 telefonemas por Whatsapp – que não podem ser interceptados – em dois meses, justamente durante o período em que Aécio passou a ser investigado pelo caso JBS

Por Redação*

Relatório da Polícia Federal obtido com exclusividade pelo portal BuzzFeed Brasil aponta que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, e o senador Aécio Neves (PSDB-MG) trocaram 33 ligações via Whatsapp em 2 meses. As ligações pelo aplicativo, diferente das comuns, não podem ser interceptadas.

De acordo com o relatório da PF, anexado a um dos processos contra o tucano que tramitam no STF – este sob relatoria do ministro Fachin -, as ligações foram realizadas entre 16 de março e 13 de maio, justamente o período em que Aécio passou a ser investigado pela suspeita de receber propina da JBS e e se tornou alvo de uma operação da PF.

Como ligações de Whatsapp não são interceptáveis, não é possível saber o conteúdo. Mas uma delas chama a atenção: foi no dia em que Gilmar Mendes deu uma decisão favorável a Aécio. Por ordem do ministro, o senador não precisou prestar depoimento à PF no dia seguinte.

Em nota enviada ao BuzzFeed, a defesa de Aécio informou que o tucano mantém com Gilmar Mendes uma relação formal e que as conversas foram sobre “reforma política”.

Confira a reportagem completa aqui.

*Com informações do BuzzFeed Brasil

 

 

 



No artigo

x