“Acho bom para o Brasil”, diz Alckmin sobre Temer, que é rejeitado por 90% da população

O governador de São Paulo saiu em defesa do peemedebista que, acusado de obstrução da Justiça e organização criminosa, é rejeitado por mais de 90% da população. “Espero que ele continue”, disse o tucano Por...

581 0

O governador de São Paulo saiu em defesa do peemedebista que, acusado de obstrução da Justiça e organização criminosa, é rejeitado por mais de 90% da população. “Espero que ele continue”, disse o tucano

Por Redação

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), saiu, nesta terça-feira (24), em defesa do presidente Michel Temer. Para o tucano, o peemedebista, rejeitado por mais de 90% da população, é “bom para o Brasil”.

“Espero que o presidente continue, porque estamos a menos de um ano do processo eleitoral. Precisamos ter cuidado para não fragilizar a economia que dá os primeiros passos de recuperação. Acredito que ele vai continuar e acho bom para o Brasil”, disse em coletiva de imprensa após participar do evento Plataforma Biofuturo, na capital paulista.

Além da rejeição recorde, Temer é acusado pela procuradoria-geral da República de obstrução da Justiça e organização criminosa, denúncia que ainda será avaliada pela Câmara e que pode afastar o presidente para que o Supremo Tribunal Federal (STF) o julgue. A sua primeira denúncia, por corrupção passiva, foi rejeitada pela Câmara em agosto.

Alckmin, por sua vez, negou que vá exonerar secretários para barrar a denúncia contra o peemedebista Câmara. “Não há razão. Não fiz na primeira votação, nem farei agora”, disse.

Foto: Beto Barata/PR



No artigo

x