Divulgação de filme de Gentili é alvo de investigação do MP paulista

Inquérito analisa as peças de divulgação do filme, que omitem a classificação indicativa com a frase “O pior aluno da escola nunca verifica a classificação indicativa”. Obra faz piada com pedofilia e bullying Por Redação...

1470 0

Inquérito analisa as peças de divulgação do filme, que omitem a classificação indicativa com a frase “O pior aluno da escola nunca verifica a classificação indicativa”. Obra faz piada com pedofilia e bullying

Por Redação

O Ministério Público de São Paulo abriu um inquérito, no último dia 11 (a investigação foi revelada nesta terça-feira, 24, pela jornalista Mônica Bergamo), para investigar peças de divulgação do filme de Danilo Gentili, “Como se tornar o pior aluno da escola”, que estreou no último dia 12.

De acordo com o MP, parte da divulgação do filme omite a classificação indicativa e, no lugar, consta a frase: “O pior aluno da escola nunca verifica a classificação indicativa”.

O filme é baseado no livro homônimo de Gentili, que tem classificação indicativa de 18 anos. A obra cinematográfica, no entanto, recebeu a classificação de 14 anos.

“Como se tornar o pior aluno da escola” vem levantando polêmica por, em mais de uma cena, fazer piada com bullying e pedofilia.

 

 



No artigo

x