Eleonora Menicucci vence Alexandre Frota em segunda instância

Ex-ministra foi saudada por militantes ao chegar no Fórum, em São Paulo. Frota tentou agredir manifestantes e foi contido pela polícia. Veja o vídeo Da Redação*...

6502 0

Ex-ministra foi saudada por militantes ao chegar no Fórum, em São Paulo. Frota tentou agredir manifestantes e foi contido pela polícia. Veja o vídeo

Da Redação*

A ex-ministra de Políticas para Mulheres do Governo Federal, Eleonora Menicucci, venceu em segunda instância processo que sofria do ex-ator Alexandre Frota. Eleonora acusou Frota de fazer apologia ao crime de estupro em rede nacional.

Leia também: Advogados de Frota reclamam de decisão. “Vimos um ativista da esquerda proferir um voto”

Uma mobilização de desagravo à Eleonora aconteceu no centro de São Paulo, local onde o caso da ministra, condenada a pagar indenização de R$ 10 mil reais, foi reavaliado.

Na ocasião, Frota tentou agredir manifestantes, em sua maioria mulheres, e foi contido pela polícia. Veja o vídeo abaixo:

Assista no vídeo abaixo, aos 15 minutos, a comemoração das mulheres quando é anunciada a vitória de Eleonora Menicucci.

Eleonora Menicucci foi condenada, em maio, a indenizar em R$ 10 mil o ator pornô Alexandre Frota.  Na ocasião, ela observou que não considera seu caso como algo individual. Segundo ela, a nova decisão da Justiça irá influenciar na luta das mulheres brasileiras contra o estupro e o assédio sexual.

“Eu aqui não defendo mais a mim, defendo todas as mulheres brasileiras porque o estupro é um crime hediondo”, afirmou Eleonora Meniccuci. “Se recorri, é porque acredito que os juízes farão justiça. Se mantiverem minha condenação, eles estarão legitimando os crimes de estupro no Brasil”, avalia.

Leia também: Alexandre Frota ataca juiz que absolveu Eleonora Menicucci: “juiz ativista do movimento gay” “julgou com a bunda”

A condenação da ministra ocorreu após ela tê-lo criticado durante um programa de TV. A crítica a Frota foi devido à reunião entre o ator pornô e o ministro da educação Mendonça Filho, logo após ao impeachment de Dilma Rousseff. Ele foi à Brasília dar “conselhos” ao ministro e Eleonora denunciou sua conduta, lembrando o fato de Frota ter declarado que fez sexo com uma mãe de santo desacordada. “Frota não só assumiu ter estuprado uma mulher, mas também faz apologia ao estupro”, disse a ex-ministra à época.

 

*Com vídeos do Brasil de Fato



No artigo

x