Nos Estados Unidos, negro abraça neonazista e pergunta: “Por que você me odeia?”

Caso aconteceu durante uma manifestação de supremacistas brancos na Flórida e, ao invés de tomar uma atitude violenta, um técnico negro de futebol americano resolveu ter uma outra abordagem com o neonazista. Vídeo viralizou...

1787 0

Caso aconteceu durante uma manifestação de supremacistas brancos na Flórida e, ao invés de tomar uma atitude violenta, um técnico negro de futebol americano resolveu ter uma outra abordagem com o neonazista. Vídeo viralizou nas redes. Assista 

Por Redação

As manifestações supremacistas e os embates entre antifascistas e neonazis nos Estados Unidos não pararam em Charlottesville. Quase todas as semanas são registradas manifestações do tipo em diferentes partes do país.

Na semana passada, um grupo de supremacistas brancos fazia um ato na Universidade da Flórida. O técnico de futebol americano Aaron Courtney, que é negro, tomou uma atitude surpreendente e, ao invés de confrontar os supremacistas, tentou dialogar. Ele abraçou um homem que vestia uma camiseta com suásticas estampadas e perguntou: “Por que você me odeia?”

“Eu podia ter batido nele, podia tê-lo machucado, mas alguma coisa dentro de mim disse: você quer saber? Ele só precisa de amor”, contou Courtney ao New York Daily News.

De acordo com o técnico de futebol americano, o neonazista, depois de alguma insistência, apenas respondeu: “Eu não sei”.

O vídeo que mostra o gesto viralizou nas redes sociais. Assista.



No artigo

x