Homem é filmado agredindo idosa em São Vicente

De maneira covarde, disfarçada, como quem sabe que comete um crime, o sujeito dá diversos tapas em uma idosa que poderia ser sua mãe. O que não sabia o agressor, ainda não identificado, é que ele estava sendo filmado. Vídeo

2040 0

De maneira covarde, disfarçada, como quem sabe que comete um crime, o sujeito dá diversos tapas em uma idosa que poderia ser sua mãe. O que não sabia o agressor, ainda não identificado, é que ele estava sendo filmado. Vídeo

Da Redação*

De maneira covarde, disfarçada, como quem sabe que comete um crime, o sujeito dá diversos tapas em uma idosa. Ela, por sua vez, trêmula, tenta se levantar várias vezes, mas é contida pelo cidadão, que volta a lhe dar pancadas rápidas. O que não sabia o agressor, ainda não identificado, é que ele estava sendo filmado.

O caso aconteceu na Praça Barão do Rio Branco, em São Vicente, no litoral de São Paulo, nesta quinta-feira (26). Uma mulher registrou a violência em um vídeo, que viralizou na internet. A polícia está à procura dele.

O vídeo original tem oito minutos e a testemunha afirma que acionou a Polícia Militar, mas nenhuma viatura apareceu.

“Ao todo, foram mais de 20 minutos batendo nela. O cara esperava o sinal abrir e os carros se movimentarem para agredi-la. Eu acho que são mãe e filho, e eu não tive o que fazer, senão chamar a polícia. Foi algo absurdo”, contou a paisagista Luciana de Oliveira, de 39 anos.

Luciana estava acompanhada do marido. Na gravação, ambos decidem acionar uma viatura da Polícia Militar via telefone 190. “No vídeo [original], é possível notar a música de espera. Ficamos ali esperando alguém atender, até a hora que os dois vão embora”, afirma.

A paisagista admite que preferiu não ir até o local com receio do que aconteceria. “A única coisa que eu poderia fazer era filmar, para provar e chamar a polícia. Foi o que eu fiz. Mas imagina o que acontece dentro da casa deles? Deve ser algo muito pior. Ele tem que ser pego”.

A testemunha afirma que entregará oficialmente, nesta sexta-feira (27), as imagens na delegacia especializada da cidade. Entretanto, depois que postou o vídeo em uma rede social, ele viralizou e foi compartilhado mais de 320 mil vezes até a publicação desta reportagem.

Procura-se

O Comando da Polícia Militar na região informou que recebeu uma ligação denunciando as agressões às 14h, e às 14h20 uma viatura chegou ao local, mas não encontrou ninguém. Mesmo assim, a partir das imagens, tenta localizar o suspeito desde o ocorrido.

A Polícia Civil também informou que, ciente da gravação, deslocou investigadores até a região próxima à praça para tentar identificar o agressor e a vítima, ainda na noite de quinta-feira. Assim que localizado, ele e a vítima deverão ser encaminhados à delegacia.

Em nota, a Prefeitura de São Vicente informou, por meio da Assessoria de Políticas Públicas da Mulher, que está acompanhando o caso e tentando auxiliar a Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal (GCM) nas investigações para identificar o homem.

“Representantes da assessoria estarão na manhã desta sexta-feira na Delegacia da Mulher do município para tratar do assunto. O corpo jurídico do setor também está à disposição da idosa, podendo ser procurado no Paço Municipal”, informou no comunicado oficial.

Todos os órgãos informaram que munícipes que conheçam ou tenham qualquer informação sobre os envolvidos no caso podem acionar, mesmo que de forma anônima, as autoridades pelo Disque Denúncia 181 ou pelo Disque Denúncia Contra Violência à Mulher 180.

*Com informações do G1

 



No artigo

x