Marcha Povo Sem Medo passa pela Avenida Cupecê em Diadema

Após a chegada ao Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista, haverá um ato com o intuito de cobrar o governador Geraldo Alckmin (PSDB) em relação à desapropriação do terreno onde se encontram quase 7 mil famílias.

344 0

Após a chegada ao Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista, haverá um ato com o intuito de cobrar o governador Geraldo Alckmin (PSDB) em relação à desapropriação do terreno onde se encontram quase 7 mil famílias.

Da Redação

A grande marcha da Ocupação Povo Sem Medo, que deixou São Bernardo por volta de 6 horas, está passando pela Avenida Cupecê, em Diadema. A organização do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) estima que a caminhada, que tem um percurso total de 23 quilômetros, deve durar por volta de oito horas. Chegando ao objetivo, o Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista, haverá um ato com o intuito de cobrar o governador Geraldo Alckmin (PSDB) em relação à desapropriação do terreno onde se encontram quase 7 mil famílias, além de compromissos de moradia do governo do estado de gestão tucana.

A ocupação vem mobilizando inúmeros artistas, que se sensibilizaram com a causa dos trabalhadores que não têm onde morar. Um deles é o sempre engaçado Wagner Moura, que chegou a gravar um vídeo em apoio ao movimento. “São 7 mil famílias que estão na ocupação e as autoridades têm o dever de negociar com as lideranças do MTST e de tratar essas pessoas com o respeito e a dignidade que elas merecem”.

Foto: Mídia Ninja



No artigo

x