“Vou devolver a democracia para o Brasil”, garante Lula

No encerramento de sua caravana por Minas Gerais, o ex-presidente destacou sua disposição para “virar o jogo: Estou perdoando os golpistas”, disse, em referência a Juscelino Kubitschek, que perdoava os militares, após tentativas de derrubá-lo.

530 0

No encerramento de sua caravana por Minas Gerais, o ex-presidente destacou sua disposição para “virar o jogo: Estou perdoando os golpistas”, disse, em referência a Juscelino Kubitschek, que perdoava os militares, após tentativas de derrubá-lo.

Da Redação*

Lula afirmou que está “perdoando os golpistas” e que é perseverante para “virar o jogo e trazer a democracia de volta”. “Estou perdoando os golpistas que fizeram essa desgraça no país”, disse, em referência a Juscelino Kubitschek, que perdoava os militares após tentativas de derrubá-lo. As informações são de Carolina Linhares, da Folha de S.Paulo.

Lula discursou em Belo Horizonte, onde encerrou, nesta segunda-feira (30), sua caravana por Minas Gerais. Durante oito dias, ele percorreu 20 cidades pelo interior do Estado. Afirmando ter convicção de que é possível recuperar o país, ex-presidente voltou a defender um referendo revogatório e a democratização dos meios de comunicação.

“Se o PT não tiver alternativa, se a esquerda não tiver alternativa, eu posso voltar a ser candidato”, afirmou. A defesa da ascensão da classe média e dos programas na área de educação pautaram o discurso do petista. Lula também criticou as medidas de Michel Temer (PMDB), afirmando que ele “praticou um aborto no futuro do país”.

*Com informações da Folha de S.Paulo e do Brasil 247

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula/Fotos Públicas

 

 



No artigo

x