Em Sorocaba, vereadora do PSOL vota a favor de moção de repúdio ao MAM

Patrulhamento da extrema direita segue a todo vapor e contagiou até mesmo a vereador Fernanda Garcia, do PSOL, que apoiou a iniciativa da bancada evangélica, que repudiou performance “La Bête”.

2670 0

Patrulhamento da extrema direita segue a todo vapor e contagiou até mesmo a vereadora Fernanda Garcia, do PSOL. Ela apoiou a iniciativa da bancada evangélica, que repudiou performance “La Bête”.

Da Redação

A performance “La Bête” continua causando polêmica. Em Sorocaba, o vereador Pastor Apolo (PSB), integrante da Igreja do Evangelho Quadrangular, propôs uma moção de repúdio à apresentação que marcou a abertura do 35º Panorama de Arte Brasileira, do Museu de Arte Moderna (MAM) de São Paulo. Até a vereadora do PSOL, Fernanda Garcia, votou favoravelmente à moção de repúdio da bancada evangélica.

Na justificativa do Pastor Apolo, ele observa que a performance, apesar de sinalizada com conteúdo de nudez, teve crianças na plateia. Por conta disso, “uma criança foi induzida por sua acompanhante, no caso a mãe, a interagir com esse homem nu, ainda que não de maneira sexual, mas totalmente fora do que se pode ser considerado normal”, disse ele.

A moção foi aprovada por 16 votos a 3 (o presidente, ligado à igreja Mundial da Graça de Deus, e que não vota, declarou que era favorável à moção). Os votos contrários foram dados apenas pelas bancadas do PT (Iara Bernardi e Francisco França) e PCdoB (Renan Santos).

Foto: YouTube

 



No artigo

x