Lançamento de documentário homenageia Marighella e Zarattini

“Olhares Anistia” será lançado nesta segunda-feira (6), em São Paulo, e analisa a questão da revisão ou reinterpretação da Lei da Anistia.

744 0

“Olhares Anistia” será lançado nesta segunda-feira (6), em São Paulo, e analisa a questão da revisão ou reinterpretação da Lei da Anistia.

Da Redação

O Salão Nobre da Câmara de Vereadores de São Paulo vai receber nesta segunda-feira (6), a partir as 19 horas, o lançamento do documentário “Olhares Anistia”, do diretor pernambucano Cleonildo Cruz (foto), com roteiro da jornalista Micheline Américo. Na ocasião serão homenageados Carlos Marighella e Ricardo Zarattini.

Cleonildo Cruz avalia que as homenagens são mais do que justas. “Tive a oportunidade de entrevistar o Zarattini no dia 4 de junho de 2014 para o documentário. Foi uma entrevista densa, na qual ele mostrou toda sua indignação, com muita vivacidade, contra os agentes do estado que agiram criminalmente: prendendo, sequestrando, torturando, assassinando e desaparecendo com pessoas”, relembra o cineasta.

“Olhares Anistia” procura entender e debater a questão da revisão ou reinterpretação da Lei da Anistia. “A Comissão Nacional da Verdade fez a opção da efetividade histórica. Precisamos caminhar para uma justiça de transição efetiva e não apenas o resgate histórico. A não responsabilização da criminalidade estatal perpetua em relação às graves violações que ocorrem atualmente no Brasil. O resultado da comissão não é ponto final. É inaceitável que os agentes do Estado que agiram criminalmente não sejam responsabilizados”, relata Cleonido Cruz.

Assista ao teaser do documentário “Olhares Anistia”:

Foto: Arquivo Pessoal



No artigo

x