UFABC inaugura primeiro Wikilaboratório hacker/maker do Brasil

O WikiLab é a consolidação de um espaço físico aberto à sociedade e que abrigará o LabLivre e a comunidade hacker/maker do ABC, com o intuito de promover pesquisas e desenvolver tecnologias.

1130 0

O WikiLab é a consolidação de um espaço físico aberto à sociedade e que abrigará o LabLivre e a comunidade hacker/maker do ABC, com o intuito de promover pesquisas e desenvolver tecnologias.

Da Redação

Pesquisadores do Laboratório de Tecnologias Livres (LabLivre), da Universidade Federal do ABC (UFABC), junto à comunidade ABC Markerspace, inauguram nesta sexta-feira (10), o WikiLab, um Laboratório criado inteiramente a partir de tecnologias abertas e colaborativas, que ficará no campus de São Bernardo da UFABC. O projeto foi financiado por meio de um “crowdfunding” e arrecadou mais de R$ 72 mil reais em 937 doações.

O WikiLab é a consolidação de um espaço físico aberto à sociedade e que abrigará o LabLivre e a comunidade hacker/maker do ABC, com o intuito de promover pesquisas e desenvolver tecnologias. Será um local onde qualquer pessoa poderá estudar e produzir tecnologia, integrando, desta forma, a cultura maker (extensão da cultura “faça você mesmo” ou, em inglês, “do it yourself” – DYI) e o saber acadêmico.

O projeto consiste em uma construção com fonte aberta, baseada no conceito Wikihouse, que torna possível projetar, imprimir, cortar digitalmente e montar a própria casa. Adaptada pelos arquitetos Maíra Zasso e Yorik Van Havre, do coletivo Uncreated.net, a estrutura do WikiLab foi feita em placas de madeira OSB e cortadas em uma router CNC pela empresa 123 Painéis. Os planos da estrutura foram criados pela comunidade global da Wikihouse e estão disponíveis na internet.

“O projeto inteiro, desde a concepção até a obra, foi uma experiência bem incomum e uma mudança muito grande do papel tradicional de um arquiteto. Em vez de desenhado do zero, foi usado e adaptado um projeto existente, feito para ser replicado, e a obra foi uma mescla de experiência social e técnica, em que a troca de conhecimentos é constante”, explica Yorik. “Teve pepinos e dificuldades como em qualquer obra, mas a empolgação e a felicidade de quem participou da montagem varreu tudo, e isso não tem em toda obra”, complementa Maíra.

O Laboratório abre suas portas a todas e todos com uma festa de inauguração nesta sexta (10), a partir das 18 horas, na Universidade Federal do ABC (UFABC, campus São Bernardo), à Rua Arcturus, 3, Jardim Antares.

Foto: Divulgação

 



No artigo

x