Trabalhadores de todo o país saem às ruas nesta sexta-feira contra reformas de Temer

Manifestações convocadas por centrais sindicais ocorrem na véspera do dia em que a reforma trabalhista entrará em vigor; confira a programação completa dos atos Por Redação...

1798 0

Manifestações convocadas por centrais sindicais ocorrem na véspera do dia em que a reforma trabalhista entrará em vigor; confira a programação completa dos atos

Por Redação

A partir deste sábado (11) muitos trabalhadores brasileiros começaram a sentir na pele os efeitos da reforma trabalhista sancionada por Michel Temer em julho. A nova lei, que modifica inúmeros pontos da CLT e que, de acordo com especialista, retira inúmeros direitos dos trabalhadores, entra em vigor neste sábado (11). Como resposta, oito centrais sindicais se uniram em uma mobilização nacional contra a reforma trabalhista e também contra a PEC 287, mais conhecida como reforma da Previdência.

“É um ato que a gente está organizando com todas as centrais sindicais, independentemente dos vieses ideológico, porque todas estão contra essa reforma, que estamos chamando de contrarreforma ou de deforma trabalhista, porque, na verdade, ela veio para tirar direitos da classe trabalhadora”, afirmou o secretário-geral da Central Única dos Trabalhadores de São Paulo (CUT-SP), João Cayres.

O “Dia Nacional de Mobilização” contará com atos de trabalhadores em ao menos 12 capitais. Em São Paulo, a primeira atividade será às 9h30, na Praça da Sé. Também haverá, na capital paulista, uma manifestação de servidores públicos em frente ao Palácio dos Bandeirantes contra projeto do governador Geraldo Alckmin (PSDB) que pretende congelar investimentos e salários por dois anos, inspirado na Emenda Constitucional 95, que congela o orçamento de áreas estratégicas, como saúde e educação, por 20 anos.

Confira abaixo a programação completa dos atos contra as reformas de Temer.

São Paulo
9h30 – Concentração na Praça da Sé
10h30 – Caminhada até a Avenida Paulista
14h – Ato dos servidores no Palácio dos Bandeirantes

Rio de Janeiro
16h – Concentração na Candelária e caminhada até a Cinelândia

Belo Horizonte
9h – Ato na Praça da Estação

Porto Alegre
10h às 14h – plenária no auditório da Igreja da Pompeia
16h – Abraço à Justiça do Trabalho, na Avenida Praia de Belas
18h – Ato das centrais na Esquina Democrática

Brasília
9h – “Fora Temer e suas medidas”, com concentração no Espaço do Servidor e caminhada até Esplanada dos Ministérios

Salvador
11h – Caminhada do Campo Grande até a Praça Municipal
13h – Manifestação na porta da Previdência Social no Comércio

Fortaleza
9h – Ato na Praça da Bandeira

João Pessoa
14h – Ato no Lyceu Paraibano

Teresina
8h – Ato na Praça Rio Branco, com caminhada pelas ruas do centro

Natal
14h – Ato na Praça Gentil Ferreira, Bairro Alecrim, com caminhada até a Cidade Alta

Belém
8h30 – Ato em frente ao TRT, na Praça Brasil, com caminhada até o Ver-O-Peso

Palmas
9h – Ato em frente à Caixa Econômica Federal, Quadra 105 Sul

 



No artigo

x