Globo pagou propina para a Fifa, diz delator

Maior empresa de mídia do Brasil foi citada pelo ex-empresário Alejandro Burzaco à justiça norte-americana no depoimento mais aguardado do julgamento do escândalo de corrupção da Fifa Por Redação...

1235 0

Maior empresa de mídia do Brasil foi citada pelo ex-empresário Alejandro Burzaco à justiça norte-americana no depoimento mais aguardado do julgamento do escândalo de corrupção da Fifa

Por Redação

O Grupo Globo, se passa ileso no Brasil, pode vir a ter que prestar contas à justiça norte-americana. Isso por que o maior grupo de mídia do Brasil foi citado, em delação, pelo empresário argentino Alejandro Burzaco como uma das seis empresas que teriam pago propina para ganhar a concorrência dos direitos de transmissão de torneios internacionais.

A citação foi feita nesta terça-feira (14)  em um tribunal no Brooklyn (Nova Iorque) mas ainda não há detalhes de como teria se dado essa participação da Globo no esquema de pagamento de propinas – o depoimento ainda está acontecendo.

Ex-presidente da produtora Torneos, também conhecida como TyC, Burzaco negociava com os canais de televisão os direitos de transmissão, tanto na Argentina como em outros países da América Latina. Ele está em prisão domiciliar em Nova Iorque desde que foi detido, há dois anos.

Em nota, a Globo negou as acusações. “Sobre depoimento ocorrido em Nova York, no julgamento do caso Fifa pela Justiça dos Estados Unidos, o Grupo Globo afirma veementemente que não pratica nem tolera qualquer pagamento de propina”, escreveu a empresa.

 

 



No artigo