“Se Gilmar Mendes quer acabar com as fake news, comece pelo MBL”, diz Paulo Pimenta

Deputado federal do PT-RS ressalta pesquisa feita pela Associação dos Especialistas em Políticas Públicas de São Paulo (AEPPSP), com base em critérios de um grupo de estudo da USP, que concluiu que o MBL é o maior distribuidor de notícias falsas na internet.

1125 0

Deputado federal do PT-RS ressalta pesquisa feita pela Associação dos Especialistas em Políticas Públicas de São Paulo (AEPPSP), com base em critérios de um grupo de estudo da USP, que concluiu que o MBL é o maior distribuidor de notícias falsas na internet.

Da Redação*

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) publicou nesta terça-feira (14), em seu perfil no Twitter, um levantamento que concluiu que o MBL (Movimento Brasil Livre) é o maior distribuidor de notícias falsas na internet. A pesquisa foi feita pela Associação dos Especialistas em Políticas Públicas de São Paulo (AEPPSP), com base em critérios de um grupo de estudo da USP, e traz à tona uma lista de sites difusores de “fake news” nas redes sociais, muitas delas compartilhadas pelas páginas do MBL.

Pimenta recomenda, então, ao ministro do Supremo Tribunal Federal e presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes, que se quiser mesmo fazer uma força-tarefa contra as “fake news” durante as eleições, conforme anunciou, pode começar pelo MBL, cujos integrantes o ministro até já posou para fotos.

Gilmar pretende criar um grupo de trabalho, por meio do TSE, juntamente com o Exército, para monitorar notícias falsas no período das eleições. “Precisamos realmente acompanhar essa nova realidade, que teve repercussão em várias eleições”, defendeu.

*Com informações do Brasil 247

Foto:Lula Marques/Agência PT/Fotos Públicas



No artigo