Morrissey defende Kevin Spacey, culpa vítima e revolta fãs dos Smiths

Afirmou ainda que acredita na culpa das mulheres que acusaram o produtor Harvey Weinstein, pois “entraram no jogo dele”.

2361 0

Afirmou ainda que acredita na culpa das mulheres que acusaram o produtor Harvey Weinstein, pois “entraram no jogo dele”.

Da Redação

Morrissey, ex-The Smiths é conhecido por declarações polêmicas. Mas desta vez nem os fãs perdoaram suas opiniões sobre os recentes casos de abuso sexual envolvendo atores de Hollywood. Em uma entrevista ao site alemão Spiegel Online, reproduzida em inglês pelo Consequence of Sound, o cantor defendeu Kevin Spacey e Harvey Weinstein, este último que é acusado por uma lista de atrizes, entre elas Gwyneth Paltrow e Angelina Jolie.

Para o músico, os dois estão sofrendo uma espécie de “caça às bruxas”. “Qualquer pessoa que já disse um ‘eu gosto de você’ está subitamente sendo acusada de assédio sexual. Você precisa mencionar essas coisas em relações certas. Se eu não posso dizer a nenhuma pessoa que eu gosto dela, como que ela vai saber?”, questionou.

Ao ser questionado diretamente sobre a questão envolvendo Kevin Spacey, Morrissey partiu para o absurdo e afirmou que a “culpa” deveria ser depositada no menino, que tinha 14 anos na época, e nos pais dele. “Eu me pergunto onde os pais da criança estavam. Eu fico imaginando se o garoto não sabia o que podia acontecer. Eu não sei você, mas eu nunca estive em situação similares na minha juventude. Nunca. Eu sempre soube que poderia acontecer. Quando você está no quarto de uma pessoa, você precisa ter noção de onde isso pode acabar. É por isso que isso não soa muito verdadeiro para mim. Parece que o Spacey está sendo atacado desnecessariamente”, defendeu.

Quando parecia que suas declarações controversas haviam parado por aí, o cantor ainda comentou sobre o produtor Harvey Weinstein, o qual disse acreditar na culpa das mulheres que o denunciaram, pois “entraram no jogo dele”. “As pessoas sabem exatamente o que acontece. E elas entram no jogo mesmo assim. Depois, elas se sentem envergonhadas ou não gostam disso. E aí se viram e falam: ‘eu fui atacada, eu fui surpreendida, eu fui puxada para a sala’. Mas se tudo tivesse ocorrido bem e tivesse dado a elas uma ótima carreira, elas não falariam mais nisso”.

“Eu odeio estupro. Eu odeio ataques. Eu odeio situações sexuais que são forçadas em alguém. Mas em muitos casos, uma pessoa pode olhar para as circunstâncias e pensar que a pessoa que é considerada a vítima está apenas desapontada. Ao longo da história da música e do rock n’ roll existiram músicos que dormiram com groupies. Se você for ao longo da história, quase todo mundo é culpado de ter feito sexo com menores de idade”, disparou Morrissey.

Os fãs de sua ex-banda, The Smiths, reagiram nas redes sociais. “Morrissey falando bosta sobre pedofilia. E agora José? Devo jogar fora tudo o que tenho do Smiths?”, tuitou um deles. “Como ainda gostar de The Smiths sabendo que Morrissey é um lixo de ser humano? Google. Pesquisar”, escreveu outro. “O Morrissey anda falando tanta merda que qualquer dia uns brasileiros aí começam a chamá-lo de MORRIMITO” ironizou outro fã.

Acompanhe as reações nas redes:

Foto: Reprodução/Facebook e Divulgação/Netflix



No artigo

x