“Muito bom o senhor sentar numa cadeira de rodas em lugar plano e fingir que tem acessibilidade”, diz cadeirante a Doria

O prefeito de São Paulo, que já protagonizou uma cena bizarra ao sentar em uma cadeira de rodas, foi cobrado por uma mulher durante a reabertura de um viaduto após a reforma. “Linda a...

2570 0

O prefeito de São Paulo, que já protagonizou uma cena bizarra ao sentar em uma cadeira de rodas, foi cobrado por uma mulher durante a reabertura de um viaduto após a reforma. “Linda a escada. Maravilhosa. Só não tem acessibilidade”

Por Redação

A imagem de “zelador” da cidade que o prefeito João Doria (PSDB) tenta vender parece estar caindo por terra. Nesta terça-feira (21), o tucano participou da reabertura do Viaduto Santa Efigênia, no centro da capital, que passou por reforma. Ao invés de cumprimentos, no entanto, o ex-apresentador de televisão foi cobrado pela falta de comprometimento com os deficientes físicos da cidade.

No local, estava presente uma cadeirante, que criticou o fato de o prefeito, em uma cena totalmente marqueteira, ter sentado em uma cadeira de rodas para mostrar a reforma de uma calçada. O caso aconteceu em janeiro.

Ao criticar o prefeito, a mulher disse que quase foi atropelada ao tentar acessar o viaduto.

“Linda a escada, maravilhosa, só não tem acessibilidade para o cadeirante. E muito bom o senhor sentar em uma cadeira de rodas em um lugar que é plano e fingir que tem acessibilidade, mas aqui não tem. Para chegar aqui foi muito complicado, eu quase fui atropelada”, afirmou.

Como justificativa, Doria disse que o viaduto é tombado pelo Patrimônio Histórico e que, por isso, não poderia fazer acesso para cadeirantes. Ele ainda prometeu reformas nas calçadas do centro da cidade para janeiro do ano que vem.

Foto: Reprodução/TV Globo

 



No artigo

x