Justiça manda Olavo de Carvalho apagar posts ofensivos a Caetano Veloso

Para o juiz Bruno Manfrenattu, da 50ª Vara Cível do Rio de Janeiro, houve abuso da liberdade de expressão em associar a imagem do artista à pedofilia.

1312 0

ara o juiz Bruno Manfrenatti, da 50ª Vara Cível do Rio de Janeiro, houve abuso da liberdade de expressão em associar a imagem do artista à pedofilia.

Da Redação*

A Justiça, novamente, deu razão ao músico Caetano Veloso. Depois de Alexandre Frota e Flavio Morgenstern, o ensaísta ultraconservador e um dos gurus da direita brasileira, Olavo de Carvalho, será obrigado a retirar postagens ofensivas ao cantor de suas contas no Twitter e Facebook. As informações são do blog do Lauro Jardim.

O juiz Bruno Manfrenatti, da 50ª Vara Cível do Rio de Janeiro, deferiu nesta quarta-feira (22) tutela antecipada no processo que Caetano move contra Olavo, o que adianta parcialmente os efeitos do julgamento. Para o magistrado, houve abuso da liberdade de expressão em associar a imagem do artista à pedofilia.

A carta rogatória já está sendo expedida para chegar até Virginia (EUA), onde Olavo de Carvalho mora. A ordem judicial prevê que, caso desobedeça ao que foi determinado, será multado diariamente em R$ 10 mil.

*Com informações do blog do Lauro Jardim, em O Globo

Foto: Mauro Ventura/Site Oficial de Olavo de Carvalho/Divulgação



No artigo

x