Fabricante de gaiolas mostra melhores modelos para aprisionar políticos do Rio

Vendedor aceitou o desafio de escolher os melhores modelos para "enquadrar" Anthony Garotinho, Rosinha Garotinho e Sérgio Cabral, além do deputado estadual Jorge Picciani, presos acusados de corrupção e outros crimes.

526 0

Vendedor aceitou o desafio de escolher os melhores modelos para “enquadrar” Anthony Garotinho, Rosinha Garotinho e Sérgio Cabral, além do deputado estadual Jorge Picciani, presos acusados de corrupção e outros crimes.

Da Redação*

O bom humor pode ser uma forma aguda de crítica. No Rio de Janeiro, onde três ex-governadores estão atrás das grades, Paulo Henrique Pereira, de 52 anos, um fabricante e vendedor de gaiolas, há mais de 20 anos, aceitou o desafio de escolher os melhores modelos para “enquadrar” Anthony Garotinho, Rosinha Garotinho e Sérgio Cabral, além do deputado estadual Jorge Picciani, presos acusados de corrupção e outros crimes.

“Recomendo as gaiolas mais arredondadas, que geralmente são destinadas a pássaros mais nobres e caros, como o bicudo ou o curió, por exemplo. Não estamos falando de qualquer bandido, mas sim de políticos do alto escalão, ex-comandantes do Rio de Janeiro”, explica o dono da loja “Gaiolas Primavera”, na Taquara, Zona Oeste.

Paulo Henrique dá ainda outra dica valiosa para os moradores da cadeia em Benfica. Segundo ele, gaiolas confeccionadas com bambu escondem mais o passarinho do que aquelas produzidas com arame, que facilitam a visualização do prisioneiro. Por isso, para Cabral e companhia, a recomendação do comerciante é pela primeira opção.

“Esses políticos deveriam se envergonhar pelo que fizeram e se esconder. Eu acho melhor colocar todos em gaiolas de madeira, para ninguém conseguir vê-los direito”.

Apesar de não acreditar totalmente na justiça brasileira, Paulo Henrique comemora o fato de Cabral estar preso há um ano. O ex-governador cumpre pena de mais de 45 anos por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Para ele, isso mostra que ainda há esperanças da sociedade um dia ficar livre dos maus políticos. Segundo ele, se todos os corruptos do Brasil fossem parar atrás das grades da sua loja, não haveria mão de obra suficiente para produzir tantas gaiolas.

*Com informações do Extra

Foto: Divulgação



No artigo

x