Temer fará cirurgia para desobstruir artéria do coração neste final de semana

A cirurgia, que traz algum risco, é para tratar uma obstrução parcial em uma artéria coronariana, que foi revelada no início de outubro — e confirmada, na ocasião, por seus médico

1224 0

A cirurgia, que traz algum risco, é para tratar uma obstrução parcial em uma artéria coronariana, que foi revelada no início de outubro — e confirmada, na ocasião, por seus médicos

Da Redação*

A coluna de Lauro Jardim informa que Michel Temer será submetido a um cateterismo neste fim de semana, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

O motivo é uma obstrução parcial em uma artéria coronariana, que foi revelada no início de outubro — e confirmada, na ocasião, por seus médicos.

Temer viaja hoje para São Paulo para fazer, no final do dia, quase um mês depois de sua outra internação.

A cirurgia ocorre um mês após a primeira internação, quando ele teve um problema na próstata; aos 77 anos, Temer é o mais velho ocupante da presidência da República na história do País e vem sendo submetido a testes de estresse; já foi denunciado por corrupção, obstrução judicial e comando de organização criminosa, mas conseguiu escapar comprando deputados.

Cateterismo

Após o procedimento de cateterismo cardíaco  o paciente é transferido para a sala de recuperação, onde ele é mantido sob observação por aproximadamente um dia. Imediatamente após a cirurgia, o paciente é aconselhado repouso absoluto por cerca de 8-9 horas sem qualquer movimento. Para acelerar a recuperação após o cateterismo, é aconselhável evitar fazer qualquer trabalho pesado ou esticar-se para um par de semanas antes de retomar sua rotina.

*Com informações da coluna de Lauro Jardim

 



No artigo

x