Lindbergh comenta caso da filha de Gagliasso: Onde estão os defensores de crianças que protestam em museus?

Em discurso na tribuna do Senado, o petista ironizou o silêncio daqueles que protestaram em “defesa” das crianças ao atacarem museus e a liberdade artística que agora se calam diante dos ataques racistas proferidos...

2391 0

Em discurso na tribuna do Senado, o petista ironizou o silêncio daqueles que protestaram em “defesa” das crianças ao atacarem museus e a liberdade artística que agora se calam diante dos ataques racistas proferidos contra a filha negra do ator Bruno Gagliasso.”A cabeça escravocrata da nossa elite continua presente”. Assista

Por Redação

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) usou sua fala na sessão desta segunda-feira (27) no Senado para ironizar a postura de parte da direita brasileira que, há pouco tempo, se revoltou contra exposições e museus que abordavam nudez e sexualidade e justificou os ataques sob o argumento da “defesa” das crianças e da família e, desde domingo (26), se calou sobre os ataques racistas sofridos pela filha negra do ator Bruno Gagliasso.

“Onde estão os defensores de crianças que protestaram em museus e não repudiam o racismo contra a filha de Gagliasso?”, questionou o senador, que ainda completou: “A cabeça escravocrata da nossa elite continua presente”.

Neste domingo, a socialite brasileira Day Mcarthy, que se define como escritora e mora no Canadá, publicou um vídeo na internet no qual faz comentários ofensivos sobre a filha de Bruno e a atriz Giovanna Ewbank, que tem 4 anos.

Titi foi adotada no ano passado depois de uma viagem ao Malawi, no Sul da África. Essa não foi a primeira vez que Day Mcarthy ofendeu artistas e filhos deles com postagens preconceituosas. Saiba mais aqui.

Confira, abaixo, a íntegra do discurso de Lindbergh.



No artigo