Apoiador do golpe, Arnaldo Jabor agora reclama de censura

De acordo com o cineasta, para exibir na TV, o canal Paramount aplicou uma cobertura de névoa em cenas onde há nus: “A estupidez tomou conta”

1394 0

De acordo com o cineasta, para exibir na TV, o canal Paramount aplicou uma cobertura de névoa em cenas onde há nus: “A estupidez tomou conta”

Da Redação*

A coluna de Ancelmo Gois informa que Arnaldo Jabor não se conforma com o que o canal Paramount fez com o filme “A suprema felicidade”, de 2010, com Jayme Matarazzo, Marco Nanini e Dan Stubach.

Na versão exibida segunda (27), o canal, segundo o diretor, censurou o próprio filme que produziu:

— Eles aplicaram uma cobertura de névoa em todas as cenas em que há seios ou corpos nus.

Para o cineasta, com medo de censura, a Paramount virou censora:

— É um absurdo. Ficou ridículo e vergonhoso. Não há o que fazer. A estupidez tomou conta.

*Com informações da coluna de Ancelmo Gois

 



No artigo

x