Temer vai a evento em que Moro será premiado como o “brasileiro do ano”

O peemdebista, que já ganhou o título de presidente mais impopular do mundo este ano, não está na lista das premiações da revista Istoé, mas comparecerá ao evento para prestigiar Moro e Luciano Huck  Por...

770 0

O peemdebista, que já ganhou o título de presidente mais impopular do mundo este ano, não está na lista das premiações da revista Istoé, mas comparecerá ao evento para prestigiar Moro e Luciano Huck 

Por Redação

O presidente Michel Temer não está na lista dos “Brasileiros do ano” da revista Istoé, mas ganhou, em uma lista internacional, um outro título: o presidente mais impopular do mundo. De acordo com o instituto Eurasia, Temer é mais impopular até que líderes considerados ditadores.

Mesmo de fora da lista da Istoé das personalidades mais influentes do Brasil de 2017, o presidente que tem menos de 3% de aprovação popular comparecerá à cerimônia de premiação, que acontece na noite desta terça-feira (5), para prestigiar os ganhadores. A revista elegeu Sérgio Moro como o “brasileiro do ano” e premiou outras figuras em diferentes áreas. Na comunicação, o “brasileiro do ano” é o apresentador Luciano Huck.

A participação de Temer no evento foi confirmada na agenda oficial da presidência mas, diferente do ano passado, dessa vez o peemedebista só irá para aplaudir seus colegas. No final de 2016, logo após o impeachment de Dilma Rousseff, Temer foi eleito um dos “brasileiros do ano” pela mesma revista. Na ocasião, Moro também recebeu o prêmio, assim como o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), cuja a desaprovação popular sobe a cada dia.

Para se ter uma ideia, em 2016 a revista Istoé alçava Temer como “o presidente da travessia”. De lá para cá, o “brasileiro do ano” de 2016 viu sua popularidade cair dia a dia até chegar ao posto de presidente mais impopular do mundo.

 

 



No artigo

x