Cidade irlandesa vira ponto turístico por efeito da fumaça do Viagra

Reportagem da Newsweek diz que homens têm ereção sem precisarem tomar o remédio, basta respirar o ar do local

1088 0

Reportagem da Newsweek diz que homens têm ereção sem precisarem tomar o remédio, basta respirar o ar do local

Da Redação*

Há muitas coisas no ar com que temos que nos preocupar, como monóxido de carbono e dióxido de nitrogênio. Uma cidade na Irlanda, no entanto, está às voltas com um inusitado “poluente”: o Viagra.

De acordo com informações do The Times of London, os moradores de Ringaskiddy acreditam que o Viagra atravessa o ar graças à fábrica da Pfizer em sua cidade. O remédio começou a ser produzido na área a partir de 1998, logo após ser aprovada pela Food and Drug Administration naquele mesmo ano, como a primeira pílula a fornecer alívio para homens impotentes.

A cantora local Debbie O’Grady, que trabalha no Ferry Boat Inn, brincou com os supostos efeitos sobre os residentes: “Um cheiro e você está rígido”. A mãe de O’Grady, Sadie, explicou que as pessoas que visitam a cidade acabam ficando “graças à pequena pílula azul”.

“Estamos recebendo a fumaça do amor há anos de graça”, disse Sadie ao The Times. “É incrível o número de pessoas que vêm à cidade, talvez por curiosidade, e nunca mais vão embora”, disse ela.

De acordo com ela, os visitantes dizem: “há algo no ar – não que precisemos disso, é claro. Mas para alguns amigos com problemas nesse departamento pode ser uma benção”.

Os rumores começaram a se espalhar pela cidade após a abertura da fábrica. Há várias histórias sobre homens reunidos em torno da instalação para inalar os vapores do Viagra.

Um porta-voz da empresa, no entanto, afirma que não há sentido nos boatos. “Nossos processos de fabricação sempre foram altamente sofisticados, bem como altamente regulamentados”, disse o porta-voz que não deu seu nome.

Apesar do que diz a empresa, os moradores locais estão convencidos de que o amor está no ar desde 1998, quando o The Independent relatou as primeiras histórias.

*Com informações do Newsweek

Foto: Divulgação



No artigo

x