Segóvia, novo diretor da PF, curte festa com réu do mensalão tucano

Fernando Segóvia jantou, dançou e cantou com o ex-senador Clésio Andrade (PMDB-MG), vice de Aécio no governo de Minas e investigado por peculato e lavagem de dinheiro Por Redação*...

1165 0

Fernando Segóvia jantou, dançou e cantou com o ex-senador Clésio Andrade (PMDB-MG), vice de Aécio no governo de Minas e investigado por peculato e lavagem de dinheiro

Por Redação*

Réu no chamado “mensalão tucano”, o ex-senador Clésio Andrade (PMDB-MG) parece estar bem tranquilo com relação as acusações contra ele. O peemedebista participou, na noite desta quarta-feira (6), da cerimônia da 24º edição do prêmio de jornalismo da CNT (Confederação Nacional do Transporte), em Brasília, e convidou para a festa o novo diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia – aquele que afirmou que mala de dinheiro não comprova crime.

Clésio e Segóvia sentaram na mesma mesa, jantaram juntos, dançaram e cantaram ao som dos sertanejos Leonardo e Eduardo Costa.

O peemedebista renunciou ao mandato de senador em 2014 diante das investigações do “mensalão tucano” com o objetivo de tirar o processo do Supremo Tribunal Federal (STF) e levá-lo à primeira instância.

Andrade, que foi vice-governador no primeiro mandato de Aécio Neves (PSDB) em Minas Gerais, é acusado pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro na denúncia que apontou desvios de R$ 3,5 milhões de estatais em Minas para financiar, em 1998, a campanha à reeleição do então governador Eduardo Azeredo, do PSDB.

*Com informações da Folha de S. Paulo



No artigo

x