Norte-americanos fazem fila para comprar maconha na Califórnia

Na cidade de Sacramento, capital do estado, 25 pessoas amanheceram na fila em frente a uma das 50 lojas recém-licenciadas para a venda, onde houve até uma celebração com direito a corte de fita de inauguração.

1352 0

Na cidade de Sacramento, capital do estado, 25 pessoas amanheceram na fila em frente a uma das 50 lojas recém-licenciadas para a venda, onde houve até uma celebração com direito a corte de fita de inauguração.

Da Redação*

O ano de 2018 começou nos Estados Unidos com uma fila de cidadãos que queriam comprar maconha legalmente na Califórnia. Na cidade de Sacramento, capital do estado, 25 pessoas amanheceram na fila em frente a uma das 50 lojas recém-licenciadas para a venda, onde houve até uma celebração com direito a corte de fita de inauguração.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

A loja já vendia maconha para fins medicinais desde 2009. O primeiro cliente com intuito de comprar a droga para fins recreativos foi Mike Shorrow, de 63 anos. Usuário há décadas, ele adquiriu quatro gramas de maconha e pagou cerca de US$ 100 (em torno de R$ 320), valor que achou um pouco alto, mas que, segundo ele, valeu a pena por ter evitado a compra no mercado negro.

A lei que libera a venda da droga para fins recreativos vem duas décadas depois que a Califórnia legalizou o uso para fins medicinais. A venda pode ser feita para adultos com idade a partir de 21 anos. A Califórnia é o sexto estado dos Estados Unidos e, de longe, o mais populoso, a se legalizar para além da maconha medicinal e permitir a venda de produtos de cannabis de todos os tipos a clientes de pelo menos 21 anos de idade.

Colorado, Washington, Oregon, Alasca e Nevada foram os primeiros a introduzir as vendas de maconha para uso recreativo de forma regulada, licenciada e tributada pelo governo. Massachusetts e Maine devem seguir no mesmo rumo este ano.

*Com informações de O Globo

Foto: Commons

 



No artigo

x