Paulo Pimenta assume liderança do PT na Câmara e vê Lula e Previdência como prioridades

“Em janeiro, nós vamos iniciar uma jornada de mobilização em todo o país, que vai culminar no dia 24, quando Lula, indevidamente, será julgado pelo TRF-4. Essa mobilização social continua em fevereiro para impedir que a Câmara aprove a proposta do governo Temer de...

801 0

“Em janeiro, nós vamos iniciar uma jornada de mobilização em todo o país, que vai culminar no dia 24, quando Lula, indevidamente, será julgado pelo TRF-4. Essa mobilização social continua em fevereiro para impedir que a Câmara aprove a proposta do governo Temer de acabar com a Previdência Social no Brasil”, revela o deputado.

Da Redação*

O deputado federal Paulo Pimenta (RS) assumiu oficialmente, nesta terça-feira (2), a liderança do PT na Câmara Federal. Ele sucede o deputado Carlos Zaratini (PT) que dirigiu a bancada petista ao longo de 2017. O anúncio de que Paulo Pimenta comandaria a bancada do PT foi feito há poucos dias, em 12 de dezembro, em um ato em Brasília, que contou com a participação do ex-presidente Lula, mas a comunicação oficial à Câmara dos Deputados foi feita nesta terça. Pimenta foi escolhido por unanimidade pelos demais colegas de partido.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

O deputado diz que a Reforma da Previdência e a defesa da democracia, com a garantia de que Lula disputará as eleições em outubro, são os maiores desafios para 2018. “Em janeiro, nós vamos iniciar uma jornada de mobilização em todo o País, que vai culminar no dia 24, quando Lula, indevidamente, será julgado pelo TRF-4. Essa mobilização social continua em fevereiro para impedir que a Câmara aprove a proposta do governo Temer de acabar com a Previdência Social no Brasil”, antecipa Pimenta.

Jornalista e técnico agrícola formado pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Paulo Pimenta iniciou sua trajetória no Movimento Estudantil na década de 1980. Filiado ao Partido dos Trabalhadores desde 1985, foi vereador (1988; 1992), deputado estadual (1998) e vice-prefeito de Santa Maria (RS) (2000). Chegou à Câmara Federal em 2003, no mesmo ano em que Lula assumiu a presidência do Brasil. Nas eleições de 2010 e 2014, foi o deputado federal mais votado do Partido dos Trabalhadores do Rio Grande do Sul.

Na Câmara, Pimenta foi o relator da CPI do Tráfico de Armas; e da CPI da Violência Urbana no Brasil. Presidiu a Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional; a Comissão de Direitos Humanos; e a Comissão de Legislação Participativa. Recentemente, em uma pesquisa realizada por uma empresa de Marketing Digital, Pimenta foi avaliado como o parlamentar brasileiro mais influente nas redes sociais do Brasil.

*Com informações do Brasil 247

Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados/Fotos Públicas

 



No artigo

x