Militância no judiciário: Chefe de gabinete no TRF-4 teria pedido a prisão de Lula nas redes

Um perfil no Facebook associado a Daniela Tagliari Kreling Lau, chefe de gabinete da presidência do TRF-4, tribunal que julgará o ex-presidente Lula, compartilhou uma petição que exige a prisão do petista Por Redação...

2373 0

Um perfil no Facebook associado a Daniela Tagliari Kreling Lau, chefe de gabinete da presidência do TRF-4, tribunal que julgará o ex-presidente Lula, compartilhou uma petição que exige a prisão do petista

Por Redação

Vem circulando nas redes sociais uma postagem de um perfil no Facebook que seria de Daniela Tagliari Kreling Lau, chefe de gabinete da presidência do Tribunal Regional da 4ª Região (TRF-4), pedindo a prisão de Lula.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

O TRF-4 é o tribunal que julgará o recurso de Lula com relação à condenação em primeira instância proferida pelo juiz Sérgio Moro no próximo dia 24.

A postagem é, na verdade, um link de uma petição de grupos de direita que exigem a prisão do petista e foi feita na última quarta-feira (3).

No suposto perfil da chefe de gabinete, ainda é possível ver outras postagens em apoio ao juiz Sérgio Moro.

Fórum entrou em contato com o TRF-4 para confirmar se o perfil em questão pertencia a Daniela mas não obteve retorno até a publicação desta nota.

Nas redes sociais, parlamentares petistas protestaram. “Não bastasse a declaração do presidente do TRF-4, que mesmo confessando não ter lido a sentença de Moro disse que a peça era “perfeita”, agora a sua chefe de gabinete faz campanha para pedir a condenação de Lula, publicamente e sem cerimônias. O golpe continua em todas as frentes. Resistir é preciso!”, escreveu o deputado federal gaúcho Pepe Vargas.

“A militância política em algumas instâncias do judiciário está escandalosa!Nem as aparências salvam!”, postou, no Twitter, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR).



No artigo

x